ISSTH, capítulo 1 – Livro 1

Traduzido do chinês pro inglês por deathblade em http://www.wuxiaworld.com/

Escolar Meng Hao

O Estado de Zhao era um país minúsculo. Como outros países pequenos no continente Nanshan, seu povo admirava o Grande Tang nas terras do leste, e eles admiravam Chang’an. Não era apenas o rei que os admirava, mas também todos os escolares no Estado de Zhao. Eles podiam ver isso, quase como se estivessem no topo da Torre de Tang na Capital, bem distante.

Este Abril não foi extremamente frio, nem demasiado quente. Ventos leves acariciavam a terra, passando o clã Qiang Di no Deserto do Norte, soprando sobre as terras do Grande Tang, sob o crepúsculo do céu, eles levantavam poeira semelhante a neblina, então rodopiando, torcendo, chegavam ao Monte Daqing no Estado de Zhao, por fim, caiam em um jovem que estava sentado lá no top da montanha.

Ele era magro, estava segurando uma cabaça e vestindo um robe de escolar limpo e azul, parecia ter dezesseis ou dezessete, não era auto e sua pele era um pouco escura, mas seus olhos eram claros e brilhavam com inteligência, e ainda, toda essa inteligência parecia estar escondia pela careta em sua face. Ele parecia perdido.

“Falhei de novo…” ele suspirou. Seu nome era Meng Hao, um estudante ordinário do Condado de Yunjie, que ficava no pé da montanha. Anos atrás, seus parentes desapareceram e não deixaram-lhe muitos bens de valor. Educação era cara, por isso ele estava completamente liso.

“Eu tenho feito o exame Imperial três anos em seguida. Durante todo esse tempo eu li os livros escritos pelos sábios até o ponto de querer vomitar. Afinal, este pode não ser meu o meu destino.” Repleto de auto-depreciação, ele olhou para a cabaça com olhos tristes.

“Meu sonho de se tornar um funcionário público e enricar estar se tornando cada vez mais longe. Eu posso também esquecer em tentar ir para o Grande Tang… É tão inútil ser um estudante.” Ele sorriu amargamente, sentando lá no topo da montanha em silêncio, olhando para cabaça em suas mãos, ele parecia cada vez mais perdido e começou a sentir medo. O que deveria fazer no futuro? Onde ele poderia ir?

Talvez um funcionário de alto escalão poderia se interessar por ele, ou uma bela jovem donzela. Ou poderia continuaria a fazer exame ano após ano?

Não havia respostas para as questões. Ele era apenas um adolescente, e este sentimento de estar perdido tinha estado devorando-o como se fosse uma invisível boca gigante, verdadeiramente amedrontando-o.

“Mesmo os professores na cidade no máximo conseguem algumas moedas de prata. Isto é pior que Tio Wang’s carpinteria. Se eu soubesse disso antes, eu teria aprendido com ele algumas habilidades de carpinteiro. Pelo menos eu não estaria passando fome como agora.” ele ficou em silêncio por um tempo.

“Eu não tenho muita comida ou dinheiro em casa e devo ao gerente Zhou três moedas de prata. O que eu devo fazer?” Ele levantou a cabeça e olhou para o alto, para o céu azul e infinito, era tão largo que você não poderia ver o fim, muito similar para como ele não poderia ver o próprio futuro.

Depois de um tempo, Meng Hao sacudiu a cabeça e pegou um pedaço de papel de seu robe. Ele leu cuidadosamente, colocou dentro da cabaça, então se levantou e jogou a cabaça montanha abaixo.

Na base da montanha havia um largo rio que nunca congelava durante o inverno, e era dito correr todo o caminho para o Grande Tang.

Meng Hao ficou em pé no topo da montanha, assistindo a cabaça mover cada vez mais longe ao longo do rio. Ele contemplou sem piscar, por um momento parecia ter vislumbrado sua mãe, e a felicidade de sua infância. A cabaça carregava seus sonhos, desejos e esperanças para o futuro. Talvez um dia alguém poderia pegar ela, abrir e ler a nota dentro dela.

“Independente do que eu irei fazer, seja estudo ou trabalho, irei continuar vivendo!” Essa era sua personalidade: inteligente e determinado, se não fosse assim, ele não teria conseguido sobreviver depois que seus parentes se foram.

Ele ergueu a cabeça em direção do céu, o olhar persistente em seus olhos crescendo, se preparando para descer a montanha.

Naquele exato momento, ele escutou uma voz fraca vindo de um penhasco próximo. O som parecia ser carregado junto com o vento. Quando chegou as orelhas de Meng Hao, era quase enfraquecido demais para se noticiar.

“Socorro… socorro…”

Meng Hao parou por um momento, chocado, então escutou com atenção. Conforme ele se concentrava, o som da voz clamando por ajuda cresceu mais forte.

“Socorro…”

Ele andou alguns passos para frente até chegar próximo a ponta do penhasco. Quando ele olhou para baixo, ele viu uma pessoa com o corpo saindo de uma fenda a meio caminho abaixo do penhasco. Face pálida, cheia de medo e desesperação, chorando por ajuda.

“Você… você é Meng Hao, certo? Socorro, escolar Meng! Ajude-me!” Era um adolescente. Assim que viu Meng Hao, expressou surpresa e felicidade, tendo subitamente encontrado esperança em uma situação de desespero.

“Wang Youcai?” Os olhos de Meng Hao se arregalaram no momento em que ele olhou para o jovem, era o filho do tio Wang, quem tinha a carpintaria na cidade. “Como você foi parar ai?”

Meng Hao observou a fenda. O penhasco em si era bem íngreme, e parecia impossível de descer, o menor descuido poderia fazer o escalador cair no rio.

Considerando quão rápido o rio corria, if cair nele, as chances de morrer eram era cerca de noventa porcento.

“Eu não sou o único aqui, tem outras pessoas das cidades próximas,” Wang Youcai guinchou. “Estamos todos presos aqui. Irmão Meng, melhor deixarmos para conversar depois, por favor, ajude-nos a sair daqui.” Talvez ele tinha estado pendurado na fissura por muito tempo. As mãos dele agarraram o ar e se não fosse por seus companheiros, que o seguraram pela camisa, ele teria escorregado e caído do penhasco. A face dele empalideceu com medo.

Meng Hao percebeu o perigo, mas ele tinha subido a montanha sozinho e não tinha trazido corda, como poderia ele salvar alguém? Naquele momento, ele virou-se e notou que a encosta da montanha estava coberta com trepadeiras.

Fraco como ele era, demorou duas horas para encontrar uma trepadeira que fosse longa o suficiente. Respirando com dificuldade, ele arrastou a trepadeira para o penhasco. Chamando Wang, ele se inclinou e deixou a trepadeira descer o penhasco.

“Você ainda não me disse como foi parar ai.” Meng Hao disse enquanto baixava a trepadeira.

“Voando!” Não foi Wang Youcai que falou essas palavras, mas outro jovem que  se esticou para fora da fenda próxima dele. Esse garoto parecia agressivo e esperto, e falava com uma voz alta.

“Absurdo! Você consegue voar?” Meng Hao tirou onda, puxando a trepadeira de volta. “Se você foi voando até ai, então por que não consegue voltar?”

“Não escute essa tolice” disse Wang Youcai, claramente preocupado que Meng Hao não baixasse a trepadeira. “Nós fomos capturados por uma mulher que voava. Ela disse que ia nos levar para sermos serventes de uma seita.

“Mais asneiras?” disse Meng Hao com desdém. “Apenas os imortais das legendas podem fazer isso. Quem poderia acreditar nisso?” Nos livros que ele tinha lido, havia histórias de pessoas que se tornaram ricas depois de encontrar imortais, mas tudo isso era mentira.

Logo que a trepadeira alcançou a fenda, Wang Agarrou ela, mas então, Meng Hao de repente sentiu um vento frio em suas costas. Pela temperatura em volta dele, parecia que o inverno tinha voltado. Tremendo, ele vagarosamente olhou para trás, então gritou e pulou adiante no vazio, começando a cair do penhasco.

Ele tinha visto uma mulher em um robe longo prata e com face pálida, de pé olhando fixamente para ele. Era impossível dizer qual era a idade dela, era extremamente bela, mas emitia uma frieza que fazia um se sentir como se ela tinha acabado de sair de uma cova.

“Alguma vezes quando se encontra certas coisas com certas qualidades, é apenas o destino.”

Quando a voz chegou em suas orelhas, sentiu-se como ossos se esfregando. Esta mulher parecia ter algum poder estranho, e quando Meng Hao olhava dentro dos olhos dela, seu inteiro corpo sentiu-se frio como gelo, como se ela pudesse ver através dele, sem poder esconder nada diante dela.

As palavras dela ainda estavam flutuando através do ar, balançando uma das mangas dela, do nada, uma rajada de vento verde pegou Meng Hao. Ele voou penhasco abaixo com ela, com a mente completamente em branco.

Quando eles chegaram na fenda, a mulher balançou a mão e jogou ele dentro. Ela parou de se mover, assim como o vento verde. Wang e os três amigos recuaram assustados.

A mulher ficou lá de pé, sem dizer nada. Ela levantou a cabeça e olhou para a trepadeira.

Meng Hao estava tão nervoso que tinha começado a tremer. Ele se levantou, olhando em volta rapidamente. A caverna não era espaçosa e era em fato bastante estreita, mesmo com apenas algumas pessoas dentro, não havia muito espaço.

Seus olhos pararam em Wang e os outros dois jovens, um deles era o cara esperto e o outro era limpo e gordinho. Eles dois estremeceram, como se forcem chorar de medo a qualquer momento.

“Eu estava precisando de mais uma pessoa” disse a mulher com a face pálida. Agora ela olhava para Meng Hao ao invés da trepadeira. “Eu irei colocar você com eles.”

“Quem é você?” perguntou Meng Hao, escondendo o medo. Ele era uma pessoa culta e tinha uma personalidade forte, mesmo estando com medo, se controlou e não cedeu ao pânico.

A mulher não disse nada, ela levantou a mão direita e balançou, e o vento verde apareceu de novo, levantando todos os jovens. Eles voaram para fora da caverna junto com a mulher, disparando através do céu. Eles desapareceram. Deixando apenas o Monte Daqing para trás, alto e firme mesclando com a escuridão do crepúsculo.

O sangue desapareceu da face de Meng Hao, ele viu-se dentro do vento verde, atravessando o céu. Conforme ele voava acima do chão, o vento entrava em sua boca, tornando respiração difícil. Uma palavra apareceu dentro de sua mente.

“Imortais?” Ele segurou sua respiração pelo tempo que normalmente daria para respirar dez vezes, até que não conseguiu aguentar mais. Então desmaiou.

Quando Meng Hao abriu seus olhos, ele descobriu que tinham pousado em uma plataforma pavimentada com pedras verde, no meio de uma montanha. Mais montanhas cercavam eles, nuvens e neblina flutuavam em volta; definitivamente este não era o mundo dos mortais. Os belos topos das montanhas em volta pareciam surreais.

Wang e o outro jovem acordou, assustados e tremendo, eles olharam para as costas da mulher.

Em pé diante dela estavam dois cultivadores vestindo longos robes verdes. Eles apareciam estar no seus vinte e tinham olhos afundados com pupilas verdes que inspiravam medo.

“Excelente trabalho, irmã (mais velha) Xu”, disse um dos homens, com voz bajuladora. “Você encontrou quatro bebês talentados.”

“Leve eles para os quartos dos serventes.” disse a mulher, com a face emanando frieza, sem sequer olhar para Meng Hao e os outros. Subitamente, o corpo dela transformou-se em um arco-íris e então desapareceu dentro das montanhas.

A essa altura, Meng Hao tinha recuperado sua compostura. Ele olhou fixamente, entorpecido, no lugar que a mulher tinha desaparecido. Uma expressão apareceu em sua face qual não tinha estado lá for dezesseis anos. Seu sangue fervia.

“Serventes?” ele pensou. “se o trabalho é para imortais, o pagamento deve ser bom.” Agora que ele sabia que eles não corriam risco de morte, ele deu um passo adiante.

“Irmã Xu alcançou o sétimo level de condensação do Qi,” lamentou o segundo cultivador. “O ancião da seita outorgou uma Flâmula de vento para ela, pelo qual mesmo sem estar no estágio de Estabelecimento de Fundação, ela já pode voar.” Ele olhou arrogantemente em Meng Hao e os outros.

“Você e você,” ele disse apontando para Wang e o jovem esperto. “Sigam-me para os quartos dos serventes no sul.”

“Que lugar é esse?” Wang perguntou, com a voz e o corpo ambos tremendo ao ser apontado pelo imortal.

“A seita Reliance.”


O nome de Meng Hao em chinês é 孟浩 (mèng hào) – Meng é um nome de família. Hao significa “grande” ou “muitos”.

Wang Youcai em chinês é 王有才 (wáng yǒu cái) – Wang é um nome de família comum. Youcai significa “ter talento ou habilidade”

O Estado de Zhao é nomeado segundo o histórico Estado de Zhao

O Grande Tang é nomeado segundo a histórica Dinastia Tang

Chang’an é nomeado segundo a cidade chinesa Chang’an

Escolar – eu não conheço uma tradução melhor para isso, na China imperial, eram pessoas que estudavam para fazer exames e trabalhar pro governo, como os funcionários públicos. Eles eram formados em caligrafia e textos do confuncionismo.

https://en.wikipedia.org/wiki/Scholar-official


Depois do meu primeiro post, descobri que rpxzero já estava traduzindo ISSTH, depois de conversar com ele, decidi que depois que eu me acostumar a traduzir, poderemos traduzir em conjunto.

para quem quiser o site é https://espreom.wordpress.com/, lá tem outros trabalhos também.

até a proxima. 🙂

ISSTH, capítulo 1 – Livro 1

Primeiro post!!! *-*

Olá pessoal! 🙂

Essa é a primeira vez que criei um site!

Então… uma pequena introdução…

Desde alguns meses, comecei a ler webnovels chinesas e me apaixonei por elas, então decidi que irei traduzir algumas do inglês.

Passei um bom tempo decidindo qual traduzir, entre elas:

Against the Gods
Battle Though the Heaves
Coiling Dragon
Da Tang Shuang Long Zhuan
Douluo Dalu
God and Devil World
Guang Zhi Zi
I Shall Seal the Heavens
Long Live Summons
Kuang Shen (Mad God)
Martial God Asura
Shen Mu
Shen Yin Wang Zuo (Divine Thone)
Skyfire Avenue
Stellar Transformation
Swallowed Star
Tales of Demons and Gods
The Great Ruler
Yao Nie Bing Wang (Wicked Soldier King)
Xian Ni
Ze Tian Ji
Zhu Xian

Entre essas fiquei indeciso entre “I Shall Seal the Heavens” e “Tales of Demons and Gods”, quais são as que mais gosto.

Por fim, decidi por “I Shall Seal the Heaves” do autor Er Gen. 🙂

Se tudo der certo pretendo postar um capítulo por dia. Tenham em mente que passei muito tempo sem escrever em português, então posso confundir algumas sentenças… quando isto acontecer, sintam-se livre para chamar minha atenção.

Se não houve imprevisto deverei estar postando o primeiro capítulo amanhã. 🙂

Eu tinha traduzido o prologue de “Against The Gods”, mas não sei onde salvei, se/quando achar vou postar aqui para vocês terem um gostinho da história.

Primeiro post!!! *-*